Artigo: A Garça como símbolo da Biodanza

Em Biodanza® a dimensão arquetípica está muitas vezes presente e a Garça é disso um exemplo, pertencendo à esfera dos arquétipos psicomotores juntamente com o Tigre, o Hipopótamo e a Serpente.

Nesta dimensão simbólica a Garça representa a transcendência, a liberdade, a visão de altura, a capacidade de olhar a vida desde o alto, onde não se distrai nem deixa aprisionar pelo mundo quotidiano.

 

A Garça está na dimensão do horizonte aberto e infinito, na descoberta e exploração, observando os acontecimentos numa perspectiva global e abrangente.

Nesta posição a Garça ocupa o lugar mais elevado do eixo vertical do Modelo Teórico da Biodanza® e desta forma revela a possibilidade do movimento de elevação e de ascensão até à fonte do sonho e do desejo ao qual oferece em troca o melhor de si mesma.

Ela representa a invocação da fonte interna de liberdade e expressa-se nas danças com leveza, graciosidade, abertura, inspiração, expansão e harmonia. Ela avança para a frente e para cima e abre os braços para criar no peito mais espaço para ser e desde aí voa.

Não admira então que a Garça tenha sido escolhida para representar a Biodanza®, ela mesma uma proposta de desenvolvimento para o humano que deseja conquistar além do seu horizonte, transcendendo o quotidiano num caminho para viver a própria vida como uma forma de arte.

Catarina Almeida, 18Nov16

1 / 1

Please reload

Poeta Eduardo Galeano falando sobre UTOPIA.

E para que serve a Utopia?

"... A utopia serve para caminhar..."

Para que serve a Utopia