• Biodanza∞Catarina Almeida

#AfinalESimples



#AlbertEinstein dispensa apresentações, MAS, esta sua carta à sua filha, Lieserl Einstein, é um texto de uma rara #Sabedoria e #Sensibilidade e está em total ressonância com a visão de Rolando Toro ao criar a #Biodanza.


" Quando eu propus a teoria da relatividade, muito poucos me entenderam, e o que vou revelar agora para transmitir à humanidade também colidirá com o mal-entendido e preconceito no mundo.

Peço-vos que guardem as cartas o tempo necessário, anos, décadas, até que a sociedade seja avançada o suficiente para aceitar o que explico abaixo.

Existe uma força extremamente poderosa que, até agora, a ciência não encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todos os outros, e está mesmo por trás de qualquer fenómeno que opere no universo e ainda não foi identificado por nós.

Esta força universal é AMOR. Quando os cientistas procuraram uma teoria unificada do universo esqueceram-se da força mais poderosa invisível. Amor é luz, que ilumine quem dá e recebe. Amor é gravidade, porque faz algumas pessoas se sentirem atraídas por outras.

Amor é poder, porque multiplica o melhor que temos, e permite que a humanidade não seja extinguida em seu egoísmo cego. O amor se desenrola e revela. Por amor vivemos e morremos. O amor é Deus e Deus é amor.

Essa força explica tudo e dá sentido à vida. Esta é a variável que ignoramos há muito tempo, talvez porque temos medo do amor porque é a única energia no universo que o homem não aprendeu a conduzir à vontade. Para dar visibilidade ao amor, fiz uma simples substituição na minha equação mais famosa.

Se em vez de E = mc2, aceitamos que a energia para curar o mundo pode ser obtida através do amor multiplicado pela velocidade da luz quadrada, chegamos à conclusão de que o amor é a força mais poderosa que existe, pois não tem limites. Após o fracasso da humanidade no uso e controle das outras forças do universo que se viraram contra nós, é urgente que nos nutramos com outro tipo de energia... Se queremos que a nossa espécie sobreviva, se quisermos encontrar sentido na vida, se queremos salvar o mundo e todo ser consciente que habita nele, o amor é a única e única resposta. Talvez ainda não estejamos prontos para fazer uma bomba de amor, um dispositivo suficientemente poderoso para destruir inteiramente o ódio, egoísmo e ganância que devastam o planeta. No entanto, cada indivíduo carrega dentro deles um pequeno mas poderoso gerador de amor cuja energia está esperando para ser liberada.

Quando aprendermos a dar e receber essa energia universal, querida Lieserl, teremos afirmado que o amor conquista tudo, é capaz de transcender tudo e qualquer coisa, porque o amor é a quintessência da vida.

Lamento profundamente não ter sido capaz de expressar o que está no meu coração, que tem batido tranquilamente por ti toda a minha vida. Talvez seja tarde demais para pedir desculpas, mas como o tempo é relativo, preciso te dizer que te amo e graças a vocês cheguei à resposta final!

Seu pai Albert Einstein"